quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Perfeccionismo

Defeitozinho ambíguo

Qualidade ao avesso

Dessas manias que enchem o saco

Perfeito pra quê?

Se é o defeito o bonito do ser

O ser diferente

 

No entanto eu (ou não)

Insisto em me melhorar

 

O canto? Mais afinado

Aparência? Mais bem cuidada

Aprender a cozinhar

Cultura? Podia ler mais

Fazer alguma coisa, mudar o mundo!

Um ideal. Ideal!

 

Mas segue a minha história incompleta

Completamente imperfeita

 

Nada sai como eu queria.

 

E até nesses versinhos

Faltou mais poesia.

3 comentários:

Espaço Democrático de Debates disse...

Prezada Lara,
Parabéns pelo seu blog.Está muito bom!Conheci-o através de um comentário que postou no blogue do meu amigo Tiago Rattes.
Possuo um blog que trata de assuntos variados,como Política,Econômia,Cidadania,bem como a Inserção Soberana do Brasil no concerto das nações.
Caso queira visitá-lo,ficarei lisonjeado.Chama-se Interesse Nacional.
www.espacointeressenacional.blogspot.com
Também me aventura na arte de tecer palavras e fico grato por essa nova geração de poetas e poetisas que nasce em nossa cidade e da qual fazemos parte.
Um grande abraço
Thiago Pires

Tiago Rattes de Andrade disse...

hola moça mui bela. talento lhe sobra. poesia nunca falta. está nos olhos de quem lê. no corpo de quem sente. se liga nessa: poesia é voz, é corpo. por que não experimenta ler teus versos, gravá-los e depois postart por aqui? o mundo agradece. beijo

nati_az disse...

Eh, minha amiga...
Cada vez me surpreendendo mais com o seu jeito "besta" de ser o.O hehe
Ameeeei o seu, ou melhor dizendo, seu nenhum "Perfeccionismo"
Vc como alguem de "direito" (ou nao!) daria uma bela poetiza! ;)
heuheuheuhe
Amu-te